skip to Main Content
Tenho Câncer E O Coronavírus Chegou Ao Brasil. E Agora?

Tenho câncer e o coronavírus chegou ao Brasil. E agora?

Pacientes precisam de atenção redobrada para evitar contato com o vírus

Definitivamente, o coronavírus é o assunto do momento. E o problema de saúde que atingiu diversos países pelo mundo agora também chegou ao Brasil. A notícia foi confirmada pelo Ministério da Saúde, hoje, após exame de contraprova em um homem de 61 anos, que voltou há alguns dias da Itália. Não é necessário entrar em pânico, mas todos precisam ter cuidado. E se você está tratando um câncer, é importante ter atenção redobrada!

O que é o coronavírus

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. São vários os agentes, mas o novo (SARS-CoV-2) foi descoberto no final de dezembro de 2019, na China. Assim, o novo vírus passou a ser chamado de coronavírus COVID-19.

É importante ressaltar que alguns tipos de coronavírus podem causar doenças graves e surtos com impacto importante na sociedade, no que diz respeito à saúde. Dentre os exemplos estão os dois subtipos de coronavírus descobertos no passado: SARS-CoV, causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS, e o MERS-CoV, responsável pela Síndrome Respiratória do Oriente Médico ou MERS.

Quais os sintomas do coronavírus

A pessoa começa a apresentar sinais comuns a gripes e resfriados, como febre e tosse. Quando o caso se agrava, o paciente começa a ter falta de ar, pode entrar em um quadro de pneumonia e também apresentar a síndrome respiratória aguda grave e insuficiência renal.

A transmissão do coronavírus

Por ser um vírus novo, ainda não está 100% claro aos especialistas como acontece a transmissão. Mas, a transmissão dos coronavírus costuma acontecer pelo contato físico ou pelo ar, por meio de:

  • Gotículas de saliva
  • Espirro
  • Tosse
  • Catarro
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos

O período médio de incubação por coronavírus é de 5 dias, com intervalos que podem chegar até 12 dias. Alguns especialistas associam o tempo de vida do coronavírus às baixas temperaturas. No calor, é possível que não viva por muito tempo. Mas o diagnóstico só será feito em ambiente hospitalar, por infectologistas especialistas. Então, se apresentar sintomas, não se desespere! Procure um médico e faça os exames necessários.

Há tratamento?

Ainda não há tratamento específico para o coronavírus, entretanto, consumir bastante água e repousar são algumas das indicações, além de usar medicamentos específicos para os sintomas.

Se você viajou recentemente para os países com números grandes de infectados, como China e Itália, fique atento aos sintomas. Se perceber algo diferente, procure um médico imediatamente!

Tenho câncer, como devo me proteger?

Durante o tratamento oncológico, é comum o paciente apresentar imunidade baixa e ficar mais propenso a contrair vírus, por isso, alguns cuidados são fundamentais:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete, por pelo menos 20 segundos. Passe o sabão entre os dedos e também na superfície de suas mãos! Usar álcool em gel também é aconselhado.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes
  • Cobrir a boca ao tossir e/ou espirrar
  • Desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência, como o celular
  • Usar máscara quando estiver em locais com grande quantidade de pessoas
  • A máscara também é bem importante para aqueles que estão gripados ou resfriados, para não passarem o vírus aos outros
This Post Has 6 Comments
    1. Lúcia, boa tarde! Orlando não é uma das cidades atingidas pelo coronavírus. Por isso, as recomendações são as mesmas que você deve tomar aqui no Brasil. Lave sempre as mãos com água e sabonete, evite lugares com grandes aglomerações e contato com pessoas gripadas. Se tiver qualquer outra dúvida, estou à disposição.

    1. Bom dia Jéssyca! Pacientes com LMC costumam entrar em remissão e ter a doença controlada, então neste caso os cuidados devem ser os mesmos de toda a população. Lave as mãos constantemente, use álcool em gel (principalmente enquanto estiver nas conduções), evite contato com pessoas gripadas, evite também o contato físico, como abraços e aperto de mãos, e tente não passar as mãos no rosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Search