skip to Main Content

Saúde do homem: eles também se cuidam!

Neste Novembro Azul lembre-se de fazer seus exames periódicos

Estamos no finalzinho do Novembro Azul, mês de conscientização sobre a saúde do homem, e falar sobre os cuidados e exames periódicos no universo masculino é muito importante.

Um levantamento feito pelo Centro de Referência em Saúde do Homem de São Paulo mostrou que 70% dos homens que procuram um consultório médico tiveram a influência da mulher ou dos filhos. O estudo também revelou que metade desses pacientes adiaram a ida ao médico e já chegaram com doenças em estágio avançado.

Em 2009, o Ministério da Saúde implementou a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, justamente para promover ações que contribuam na mudança desta realidade, e que ajudem para um melhor acolhimento no Sistema Único de Saúde (SUS).

Cuidados gerais

Hábitos saudáveis devem ser adotados por todos, independentemente da identidade de gênero. Se alimentar bem, praticar atividades físicas, não beber e não fumar são algumas das ações que podem ajudar a manter a saúde em dia.

Outro ponto muito importante é a realização de exames periódicos, para checar se está tudo certo com o corpo.

– A realização de um hemograma completo pode mostrar como está funcionamento das células sanguíneas, se o colesterol está alto ou normal.

– Exames de coração também podem ser importantes, já que as doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte em homens a partir dos 40 anos.

– Entender como está a dosagem de testosterona, por meio de testagem, já que sua diminuição pode estar acompanhada de alterações físicas e emocionais, como a redução da libido, alterações de humor e perda de densidade óssea.

– Olhar para o corpo com atenção e notar se não há nada de diferente na pele, como pintas que surgiram repentinamente e aumentaram de tamanho, ou notar caroços e dores na região dos testículos.

Atenção! Se você já é paciente oncológico, saiba que estes cuidados também valem durante toda a sua jornada de tratamento.

Câncer de próstata

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2023 serão diagnosticados 72 mil novos casos de câncer de próstata.

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é responsável pela produção de parte do sêmen, e envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada.

O câncer de próstata se desenvolve quando as células presentes na região se multiplicam e formam um tumor. Ele é mais comum a partir dos 65 anos.

Dentre os principais sintomas do câncer de próstata estão:

  • Vontade de urinar frequentemente
  • Fluxo de urina fraco ou interrompido
  • Sangue na urina ou no sêmen
  • Disfunção erétil
  • Dores no quadril, costas, coxas ou ossos (se a doença se disseminou)

O diagnóstico precoce é essencial para que os melhores resultados no tratamento aconteçam e para evitar metástases (quando as células doentes se espalham para outros órgãos). Por isso, a partir dos 40 anos, é essencial fazer os exames preventivos de maneira regular. São eles: exame de toque retal e a dosagem de PSA (por meio de um exame de sangue é possível identificar a substância produzida pela próstata, caso aumentada). É simples de fazer e indolor. Vamos derrubar os estigmas! A saúde é o bem mais precioso.

Cânceres hematológicos

De acordo com os novos dados do INCA, linfomas e leucemias também vão ter um aumento em homens. Serão diagnosticados 6.420 mil novos casos de linfoma não-Hodgkin, 1.500 de linfoma de Hodgkin e 6.250 de leucemias na população masculina.

Nos cânceres do sangue não falamos em prevenção, mas o diagnóstico precoce também é fundamental! Fique atento a sintomas como o aparecimento de carocinhos indolores na região do pescoço, axilas e virilhas; febres e emagrecimento sem motivo; suor noturno; hematomas na pele; sangramentos; cansaço extremo.

Se você está em tratamento para algum destes cânceres, mantenha os cuidados em saúde em dia. Também faça seus exames e não se esqueça de cuidar do seu bem-estar!

Sua saúde está em dia? Conte aqui nos comentários!

Está postagem tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top